Blocos atendem às normas da ABNT

O sistema construtivo de alvenaria estrutural com blocos de concreto é atualmente um dos sistemas industrializados mais – senão o mais – utilizado para erguer edificações de todos os padrões – desde edifícios e casas para programas habitacionais como o Minha Casa, Minha Vida até prédios voltados para a alta renda. Essa posição de destaque não acontece por acaso.

Os blocos de concreto que compõem o sistema construtivo oferecem uma lista de vantagens difícil de ser atingida pelos concorrentes: tem um rol de normas completo, que abrange desde a especificação e dimensionamento dos produtos para a fabricação, até o projeto estrutural, a execução e controle de obras.

O bloco de concreto é também um produto que atende aos requisitos da norma de Coordenação modular para edificações, a ABNT NBR 15873/2010, o que auxilia fortemente na industrialização da construção em todas as suas etapas. As dimensões dos blocos de concreto seguem o módulo de 10 cm estabelecido pela norma, facilitando o dimensionamento para que esquadrias (portas, janelas) e demais instalações elétricas e hidráulicas, entre outras, possam ser executadas sem que precise quebrar blocos e recorrer ao retrabalho para finalizar edificações. “Pode-se afirmar com segurança que os blocos de concreto produzidos no Brasil com o Selo de Qualidade da ABCP seguem o estado-da-arte internacional em alvenaria estrutural”, afirma o arquiteto Carlos Alberto Tauil, consultor técnico da BlocoBrasil-Associação Brasileira da Indústria de Blocos de Concreto.

As vantagens técnico-econômicas oferecidas pelo sistema construtivo de alvenaria estrutural com blocos de concreto são representativas. O sistema, por sua racionalização (não exige a construção de pilares e vigas, como em sistemas convencionais), pela qualidade dos produtos fabricados de acordo com as normas, pela logística de entrega dos blocos em paletes, facilitando o armazenamento e manuseio nas obras, pelos equipamentos racionalizadores que facilitam o trabalho dos operários, ajudando a elevar a produtividade, e pela amplitude e atualidade das normas setoriais da ABNT, oferecem economia de até 30% em relação aos sistemas convencionais.

Todas essas virtudes fizeram com que o seminário Alvenaria Estrutural com Blocos de Concreto, promovido pela BlocoBrasil no Congresso do Concrete Show, em 1º de setembro, em São Paulo, fosse o mais concorrido da grade de quase 20 palestras que aconteceram nesse evento, durante três dias. “Contamos com a presença de cerca de 200 arquitetos e engenheiros de projeto e construção de todo o Brasil para assistir às palestras sobre as normas e novidades da alvenaria estrutural com blocos de concreto, numa confirmação do uso cada vez maior desse sistema construtivo em todo o país”, confirma Tauil.

NORMAS ATUAIS PARA BLOCOS PARA ALVENARIA
• NBR 12118/2011 – Blocos Vazados de Concreto Simples para Alvenaria – Métodos de ensaio
• NBR 15961-1/2011 – Alvenaria estrutural – Blocos de concreto – Parte 1: Projeto
• NBR 15961-2/2011- Alvenaria estrutural — Blocos de concreto — Parte 2: Execução e controle de obras
• NBR 15873/2010 – Coordenação Modular para Edificações
• NBR 6136/2008 – Blocos Vazados de Concreto Simples para Alvenaria – Requisitos
• NBR 8215/1983 – Prisma de Blocos Vazados de Concreto Simples para Alvenaria Estrutural – Preparo e ensaio à Compressão
• NBR 14321 – Paredes de Alvenaria Estrutural – Determinação da resistência ao cisalhamento
• NBR 14322 – Paredes de Alvenaria Estrutural – Verificação da resistência à flexão simples ou à flexo compressão

As normas podem ser encontradas no site da ABNT (www.abnt.org.br).

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *